APRESENTAÇÃO

Há 30 anos a Isidoro Diniz Produções busca desenvolver trabalhos de pesquisas com qualidade e apresentar um teatro de alto nível em todos os aspectos de uma produção, objetivando estimular a criatividade do público que pretende atingir.

A escolha do texto é fundamental para concretizar um bom trabalho. Dá-se preferência às obras literárias, que exigem qualidade artística do elenco, de técnicos e de outros profissionais, garantindo o sucesso do trabalho.

A preocupação maior do grupo sempre foi, e ainda é, o aspecto artístico que caracteriza as boas produções e está presente em todo o processo de criação e execução. Dessa forma, desenvolve-se um trabalho de melhor qualidade, inovando linguagens e incentivando o crescimento artístico e intelectual das Artes Cênicas, tendo como meta principal promover e divulgar o teatro dentro de um melhor estilo.

A garantia do sucesso das produções também está atrelada a parcerias essenciais que contemplem os aspectos financeiros de produção. Neste sentido, nossa proposta a esta empresa tem como objetivo preencher esta necessidade, assegurando ao incentivador a realização de um projeto de nível profissional e de alta qualidade

JUSTIFICATIVA

2009 será um ano especial para a Isidoro Diniz Produções. Produzir e realizar um evento especial para comemorar os 30 anos de carreira de Isidoro Diniz transcende o desejo pessoal do artista e dos amigos que o cercam. Registrar esse acontecimento tornou-se uma obrigação a partir do momento em que Isidoro Diniz interferiu, por meio da sua arte, na história do movimento cultural do Paraná.

Tudo começou quando o menino quis ser artista. Largou a lavoura de café e o trabalho no campo para correr atrás do seu sonho.

De Nova Fátima, norte do Paraná, para Curitiba. Longe de casa, mais perto do sonho.
Trinta anos depois, Isidoro Diniz é um dos grandes destaques do teatro paranaense.
Ao comemorar a data, ele pára e olha para trás, revendo sua carreira. Depois de dezenas de produções, grandes sucessos de público e crítica, muita coisa mudou nos palcos, no Brasil, no mundo.

Mas algo teima em não mudar. Sólida convicção. A motivação que fez o menino deixar o campo e o levou a descobrir um mundo novo – bem diferente de tudo que tinha vivido – parece a mesma. “O que me move, ainda, é acreditar que posso descobrir alguma coisa nova no teatro. O teatro não se esgota. Acredito que ainda podemos descobrir e proporcionar novas descobertas e sensações para o público. Este é meu Norte, meu elo, aquilo no que ainda acredito. O resto? O resto são adereços”, conta.

Isidoro deixou Nova Fátima em 1979, aos 20 anos. Sua escola de teatro foi o próprio teatro. No mesmo ano estreava nos palcos, com o grupo de teatro amador Cidade Sorriso, dirigido por Toni Pereira. O texto era O Consertador de Brinquedos. O papel, de um palhacinho que protagonizava a história, voltada ao público infantil. A data ele guarda de cor: 12 de agosto de 1979. A peça ficou um ano em cartaz e deu início a uma longa trajetória dedicada ao teatro infantil.

Os anos se passaram e Isidoro Diniz realizou grandes projetos ao lado de colegas e amigos que encontrou pelo caminho e, mergulhado na magia do teatro infantil, arrebatou milhares de espectadores em suas produções, como em “Alice no País das Maravilhas” e “Pluft – o fantasminha”.

Em 1992, Isidoro lança sua própria produtora, a Isidoro Diniz Produções. A partir daquele momento, apostou todas suas fichas na produção. Descobriu que sua paixão era ser um fazedor de teatro. Nos quatro anos seguintes montou produções infantis de grande sucesso, como os clássicos “A Bela e a Fera” e “O Quebra Nozes”. Em 1996 Diniz assinou sua primeira produção para o teatro adulto: “O Arquiteto e o Imperador da Assíria”, de Fernando Arrabal.

Entre 1999 e 2003, dedicou-se quase que exclusivamente ao teatro adulto, com montagens como “Saudades do Sião” (1999), “Querelle” (2000), “Aristogatas”, retornando ao teatro infantil (2001), a ópera “A Voz do Sul” (2002) e o espetáculo experimental “A Melhor Parte do Homem” (2003).

Nos últimos cinco anos, contando com o suporte artístico de uma equipe de profissionais altamente qualificada e experiente, Isidoro Diniz realizou dezenas de bem-sucedidos espetáculos teatrais, dentre eles a trilogia baseada em obras de Fernando Arrabal: Fando e Lis, Oração e Bicicleta do Condenado. Em 2007 e 2008, seu trabalho brilhou nos palcos curitibanos com a peça “Pessoalmente Fernando”, baseada na vida e obra de Fernando Pessoa. O espetáculo rendeu seis indicações ao Troféu Gralha Azul (principal premiação do Estado para o setor de artes cênicas). Levou para casa três deles: melhor ator, melhor sonoplastia e melhor diretor. Na mesma cerimônia de premiação, Isidoro Diniz foi reconhecidamente homenageado com um troféu especial do Gralha Azul, pela relevante contribuição em defesa dos interesses da classe teatral do Paraná.

Esta incrível trajetória de sucesso e superação é um dos muitos motivos que alimenta este projeto. Queremos levar para o mundo a história de um grande fazedor de teatro.

NOSSOS OBJETIVOS

 

OBJETIVO GERAL:
- Produzir e promover, em 2009, evento cultural em comemoração aos 30 anos de carreira do ator, diretor teatral e diretor de Produção, Isidoro Diniz, composto por: um espetáculo teatral infantil, um livro e uma exposição fotográfica/documental sobre o artista.

OBJETIVOS ESPECÍFICOS
* Teatro:
- Produzir o espetáculo musical infantil “O Corcunda de Notre Damme”, com música ao vivo, baseando-nos na obra de Victor Hugo adaptação e direção de Isidoro Diniz.
- Formação e desenvolvimento da apreciação crítica à linguagem teatral no jovem em idade escolar, estimulando o debate.
- Criar o hábito de freqüência ao teatro, formando platéias;
- Apresentar um trabalho teatral de excelência artística, com uma equipe de profissionais altamente qualificada e experiente.
* Livro:
- Editar e distribuir livro de 100 páginas contendo acervo fotográfico e histórico da carreira de Isidoro Diniz, cujo título será “Um fazedor de Teatro – 30 anos em cena no Paraná”.
- Estimular leitura e análise critica sobre a carreira profissional do artista.
- Disponibilizar informações e imagens que contribuem para a construção da história do teatro paranaense.
- Fazer lançamento da obra durante o período da Exposição de Fotos deste projeto, doando exemplares para os acervos bibliográficos de todas as instituições culturais de Curitiba e do Paraná, tais como: Secretaria Estadual de Cultura, Fundação Cultural de Curitiba, etc.
* Exposição Fotográfica/Documental:
- Realizar exposição fotográfica/documental com 30 imagens em tamanho grande e outras 100 em tamanho padrão fotográfico (15cmX21cm) sobre o trabalho realizado por Isidoro Diniz nos 30 anos de carreira.
- Distribuir aos visitantes material informativo sobre o projeto e um mini-CD-ROM contendo todas as fotografias apresentadas na exposição
- Após temporada em Curitiba, organizar a exposição itinerante deste material em cidades como Nova Fátima (PR) e Lapa (PR).
- Após realização das exposições nas principais cidades do Paraná, doar o acervo fotográfico da exposição para a Secretaria de Cultura do Município de Nova Fátima..

SINOPSE DO LIVRO

A vida de um fazedor de teatro contada por meio de imagens inesquecíveis.
Neste livro mostramos a história de um dos maiores destaques do teatro paranaense. Desde o dia em que deixou sua terra natal, no interior do Estado, até os dias de hoje, Isidoro Diniz vem deixando sua marca na história do movimento cultural do Paraná.

A incrível trajetória de sucesso e superação deste artista pode ser vista neste livro por meio de fotos-legendas criteriosamente selecionadas para compor o registro de todos os projetos desenvolvidos por Isidoro Diniz. Um mergulho num passado histórico que nos projeta a um futuro brilhante.

QUEM SOMOS

O grupo foi fundado em 1986 pelo ator, diretor teatral e diretor de produção, Isidoro Diniz, que construiu sua carreira sob a marca do talento, dedicação à arte e das experimentações em diversos campos da expressão artística. Foram mais de 30 produções infantis e adultas, de autores como Chico Buarque, Luis Fernando Veríssimo, Maria Clara Machado, Plínio Marcos, Fernando Arrabal, Alexandre Dunas, Oscar Wilde, Lewis Carol, Samuel Becket, Jean Genet, entre outros.

Últimas produções:

2007/2008 – PESSOALMENTE FERNANDO
Da obra de Fernando Pessoa
(Amor de Pessoa)
Direção de Aldice Lopes
2008 – A BICICLETA DO CONDENADO
Da obra de Fernando Arrabal
Direção de Maurício Vogue
2007 – ORAÇÃO
Da obra de Fernando Arrabal
Direção de Maurício Vogue
2006 – HUMOR COM SABOR PICANTE
Textos de Alcione Araújo, Fernando Bochard e elenco
Direção de Maurício Vogue
2006 – FANDO E LIS
Da obra de Fernando Arrabal
Direção de Maurício Vogue
2005 – O MARIDO CONFUNDIDO
Da obra de Molière
Direção de Nei Mendes

Demais trabalhos: www.isidorodiniz.com.br

 

Premiações:

- 30 TROFÉUS GRALHA AZUL (envolvendo melhor cenografia, melhores atores e atrizes, maquiagem, composição, direção de arte, iluminação, figurino, adereços e melhor espetáculo)
Premio especial Gralha Azul 2007 – Isidoro Diniz - pela relevante contribuição como artista e produtor, bem como pelo inestimável trabalho em defesa dos legítimos interesses da classe teatral do Paraná.
- PREMIO DA ASSOCIAÇÃO DOS CRITICOS DE ARTES DE SÃO PAULO - (APCA) pelo espetáculo “Alice no país das Maravilhas” (1991)
1996 – MELHORES DO ANO: Do Jornal Diário Popular a Personalidades e Empresas que se destacaram no ano.

 

CONTATOS

 

____________________ISIDORO DINIZ
Coordenador
(41) 3434 3944
(41) 3321 4761
(41) 9942 1879
isidorodiniz@isidorodiniz.com.br
www.isidorodiniz.com.br