Projeto Mukondo



O Projeto Mukondo engloba uma peça de teatro baseada no livro Terra de Palavras, workshops e um ciclo de palestras abordando diversos temas sobre a cultura negra e a literatura afrobrasileira nos dias atuais. O projeto faz parte da programação que comemora os 30 anos de carreira do artista e produtor Isidoro Diniz.

Desenvolvida pela Cia. Nossa Senhora do Teatro Contemporâneo, conhecida por seus trabalhos de pesquisa de linguagens alternativas ao teatro naturalista, a peça vai apresentar histórias do cotidiano de pessoas comuns. Serão abordadas diferentes crenças e situações diversas com foco nas pessoas que a sociedade quer "invisibilizar" - representadas pelos negros e indígenas.

A literatura como base e apoio

Ao escolher a antologia de contos de autores afrodescendentes Terra de Palavras, Diniz firmou o espetáculo com bases no conteúdo literário e na necessidade de difundir a literatura afrobrasileira, aproximando a sociedade da cultura negra por meio de histórias e causos.

De acordo com a organizadora de Terra de Palavras, Fernanda Felisberto, "a literatura afrobrasileira ainda ocupa um lugar periférico no debate sobre as relações raciais, já que boa parte das publicações sobre este tema é de estudos históricos e antropológicos. Os autores que participam desta edição, cada um a sua maneira, têm uma sólida experiência com o universo literário, seja no espaço acadêmico ou em suas produções independentes".

Universos paralelos de discussão

Paralelamente ao espetáculo será realizado um workshop e acontecerão palestras para incentivar o debate. Kátia Drummond vai ministrar uma Oficina Corporal e Vocal em uma instituição (a ser definida) que atue na área cultural e social com ações afirmativas.

O ciclo de palestras Multiculturalismo, Pluralismo e Diversidade abordará temas como A Visibilidade do Artista Negro em Cena, A Identidade de Raízes Africanas e Indígenas na Música; Raízes Africanas na Literatura; Religiosidade de Raízes Afro-indígenas; Políticas Públicas, Ações Afirmativas e Movimentos Sociais; A Lei 11.645/08: Cultura de Raízes Africanas e Indígenas e Cotas Sociais, Raciais e Reserva de Vagas para Indígenas (veja programação abaixo).

Unindo o teatro e a literatura a debate e propagação de idéias, o Projeto Mukondo tem como objetivo contribuir com a reflexão a respeito das memórias dos nossos antepassados negros e indígenas. Para reconstruir nossa identidade ele tenta resgatar os profundos e complexos valores culturais dessas culturas que se perderam no processo histórico da cultura nacional.

Serviço
Projeto Mukondo
Peça
05.09 a 11.10 - de terça a domingo, às 21h.
(Observação: de 15 a 20 de setembro as apresentações acontecem às 19h).
TEUNI - Teatro Experimental da Universidade Federal do Paraná
(Prédio Histórico da Praça Santos Andrade, 2º andar).
Entrada franca

Ficha TécnicaDireção, produção e pesquisa: Isidoro Diniz
Direção: Rafael Camargo
Assistência de direção, pesquisa e direção de movimento: Kátia Drumond
Dramaturgia (roteiro): Rafael Camargo
Captação de recursos: Regina Vogue
Direção de arte: Áldice Lopes
Direção musical: Ricardo Verocai
Designer gráfico: Marco Minini
Iluminação e execução: Waldo Leon
Pesquisa de imagens: Leco de Souza e Marcel Szymanski
Edição de imagens: Leco de Souza
Elenco: Simone Magalhães, Cássia Damasceno, Cássia Gomes, Adriano Carvalhaes, Marcel Szymanski

Ciclo de debates Multiculturalismo, Pluralismo e Diversidade

Teatro e Dança: "A Visibilidade do Artista Negro em Cena" – com Iléa Ferraz
Música: "A Identidade de Raízes Africanas e Indígenas na Música" – com Lupper
Literatura: "Raízes Africanas na Literatura" – com Fernanda Felisberto
Religião: "Religiosidade de Raízes Afro-indígenas" – com Glauco Souza Lobo
Políticas Públicas: "Políticas Públicas, Ações Afirmativas e Movimentos Sociais" – com Dr.ª Dora Lúcia Bertúlio
Educação: Tema 01 - "A Lei 11.645/08: Cultura de Raízes Africanas e Indígenas";
Tema 02 – "Cotas Sociais, Raciais e Reserva de Vagas para Indígenas" – com Wanirley Pedroso Guelfi
 
Imprimir
<<< voltar