As Mulheres de Puccini


Estréia nesta quinta-feira, 7 de julho, o espetáculo "As Mulheres de Puccini", recital cênico-musical dirigido por Isidoro Diniz. A montagem leva para o palco as principais personagens femininas que marcaram a carreira do compositor italiano Giacomo Puccini. Sete de suas mais importantes heroínas se encontram em cena: Tosca, Manon Lescault, Mimi, Mussetta, Turandot, Liú e Butterfly. O espetáculo fica em cartaz no Espaço Teatro Regina Vogue, em temporada de 7 a 17 de julho, de quinta a domingo, sempre às 21h.

A primeira sessão, dia 7, terá como entrada um quilo de alimento não perecível ou um agasalho. O material arrecadado será doado para instituições de caridade, dentro de iniciativas que integram o Dia Mundial da Solidariedade.
A montagem reúne as sopranos Márcia Kayse e Silvia Suss, acompanhadas pelo pianista Jefferson Cordeiro. A direção musical e roteiro são assinados pelo cantor lírico e ator Paulo Barato.

O que é a ópera, senão a matriz de todas as fotonovelas? Este questionamento vem à tona na montagem. Neste espetáculo, a ópera serve de apoio a um sub-texto da vida de Puccini. "Procuramos prender o público não só pelos ouvidos, como também pelos olhos", conta Diniz.
O intercâmbio entre a música e a palavra pode levar o expectador a um conhecimento imediato do personagem ou da situação. Assim sendo, deixa de ser um concerto com figurino, ou mesmo uma peça cantada, para se transformar em imagens virtuais projetadas por música. A música é apenas o veículo de apoio, para ilustrar ou combinar a ação, tornando as palavras mais fortes e apropriadas.

PUCCINI

Giacomo Puccini (1858-1924) é considerado o sucessor de Giuseppe Verdi (1813-1901), seu principal inspirador. Muito cedo, aos seis anos de idade, ficou órfão de pai, passando a conviver em um universo bastante feminino composto por sua mãe e suas irmãs. Talvez tenha nascido daí a sua predileção por criar personagens femininos tão fortes e ricos em suas óperas.

Teve sua estréia como compositor de óperas em 1884, com a montagem de sua ópera Le Villi no Alla Scala, porém seu triunfo como grande compositor só ocorreu em 1893, em Turim, quando foi encenada Manon Lescaut no Teatro Reggio.

Nos anos que se seguiram, Puccini compôs outros sucessos, sempre usando a mulher como sua fonte inspiradora, como: La Bohème (1896), Tosca (1900), Madame Butterfly (1904), La Fanciula Del West (1910), La Rondine (1917) Sóror Angélica (1918) e por fim sua obra inacabada Turandot (1924 ano de sua morte).

SERVIÇO:

As Mulheres de Puccini
Espaço Teatro Regina Vogue
Shopping Estação - 2º piso
Dias 7, 8, 9, 10 de julho (quinta a domingo)
14, 15, 16 e 17 de julho (quinta a domingo)
Horário: às 21h.
Informações:
(41) 2102-8292 / (41) 2102-8293

Elenco:

Márcia Kaiser (soprano)
Silvia Suss (soprano)
Jefferson Cordeiro (pianista)

Diretor: Isidoro Diniz

Diretor Musical e Roteiro: Paulo Barato
Direção de Arte: Aldice Lopes
Design Gráfico: Marcos Minini
Iluminador e op. de luz: Cássio Murilo de Carvalho
Secretário Teatral: Valdir de F. Diniz
Contabilidade: Ericson Gaio
Diretora de Produção: Jéssica Beatriz
Produção: Isidoro Diniz Produções
Realização: Cia. Nossa Senhora do Teatro Contemporâneo
 
Imprimir
<<< voltar